Técnicas para seu site vender mais: multicanais na internet para geração de negócios

Por Roberto Marcio

Novembro chegou e com ele boas notícias para quem quer vender mais em 2020. Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo Boston Consulting Group (BCG) em 2018, que apesar de quase todas as empresas adotarem o discurso digital, apenas um número relativamente pequeno delas está realmente explorando o potencial de uso de dados e analytics em marketing para a transformação da jornada dos clientes e personalização de ofertas e sua ativação. Por isso, já está mais do que claro que, para sobreviver a esses tempos atuais, é necessário ter todas as opções disponíveis para fazer seu negócio vender mais no mundo virtual. Assim, o uso de multicanais se faz necessário, além do SEO, que é uma ferramenta eficaz para quem quer vender mais na Black Friday e a proximidade do Natal. 

A pandemia do coronavírus está transformando os hábitos de consumo, a representatividade de sites na internet e o padrão de consumo popular. Pessoas que estavam por fora da dinâmica de compra online agora visitam as vitrines virtuais e compram de e-commerces nos mais variados nichos. Se antes a perspectiva era de que o e-commerce duplicasse seu crescimento em cinco anos, diante da quarentena, a previsão deste aumento é de 12 meses.




Empresas que não enxergavam a necessidade de vender online despertaram para uma nova realidade (que será legítima daqui pra frente). E entre esses desafios e novidades, o investimento em SEO tornou-se um grande diferencial. Um dos efeitos da quarentena é o isolamento social, com menos pessoas saindo de casa, o ambiente online está mais competitivo, as técnicas de SEO podem sair na frente de seus competidores!

Empresas que investem em SEO (otimização para sites) estão olhando para o passado, presente e futuro. Ele agrega um conjunto de técnicas utilizadas para quem usa buscadores na internet (Google, Bing, por exemplo). Tendo em vista que o Google tem bilhões de buscas realizadas diariamente, empreendedores que não reconhecem a importância em investir na otimização de sites podem estar perdendo tempo e dinheiro.

Empresas especializadas em marketing digital podem ser os parceiros imediatos dos empresários nesta empreitada, já que possuem expertise para impulsionar as “clicagens” em seu site através de pesquisas de nicho de palavras-chave efetivas, com conhecimento técnico para fazer auditorias e análises de sites, construção de link building (agora denominada como link earning), métricas de mídia social e análises detalhadas de marketing.

É fundamental trabalhar em diversas plataformas para garantir os bons resultados nas buscas por seus clientes ou as áreas onde eles atuam. Entre elas estão Google Maps, Facebook Places, Apple Maps, Bing Maps, Linkedin Pages, Foursquare, Yelp, Waze, Whatsapp Locations e mais de 50 outras plataformas parceiras da ferramenta. Para alcançar os bons resultados, englobar as estratégias de otimizar mapas e listas da internet vão impactar de forma positiva o SEO, e com isso, as chances de conseguir mais visitas no ambiente digital, gerando mais negócios são bem maiores, já que a função dessas táticas é ajudar o Google a enxergar as marcas.

Ainda que a crise econômica tenha impactado as contas de muitas empresas, por assim dizer, afetando o país como um todo, a previsão é de que o Natal e Ano Novo sejam mais apertados em relação a anos anteriores, mas nem por isso as vendas vão ser tão menores. Todavia, precisam ter mais ferramentas à disposição para tomarem as melhores decisões e garantir boas vendas. 5 técnicas de SEO para aproveitar as oportunidades na crise

Na crise, há oportunidades de conquistar mercado. O seu site pode vender mais! Aproveitamos para disponibilizar sugestões importantes para o seu negócio:

1) Palavras-chave assertivas

As palavras-chave estão entre os pontos essenciais de um SEO otimizado. Como são os menores elementos que definem um assunto, elas são utilizadas nas buscas por usuários.

Um conteúdo de blog bem ranqueado com a palavra-chave assertiva, possivelmente irá receber a atenção de boa parte dos usuários que fazem a pesquisa na internet.

2) Link Building

Estratégia de Link Building torna um conteúdo mais confiável e define o tempo de permanência do visitante no site. Ao fazer referências de páginas externas de qualidade e autoridade, o buscador compreende que está sendo oferecida uma informação útil para os usuários. Com isso, o algoritmo entende que um site tem página de qualidade e oferece posições melhoradas.

3) Adaptação para mobile

O Google passou a priorizar os sites que possuem uma versão mobile ou responsiva. Nesse caso, um site precisa ter um design capaz de se adaptar a qualquer tela. Deve-se priorizar a escalabilidade. Frases e parágrafos curtos, espaços em branco e imagens é o fácil (mais intuitivo) acesso à informação.

4) URL otimizada

A URL ou endereço de uma página é um elemento importante tanto para o buscador quanto para o usuário. A URL traz uma ideia do que existe naquela página e antecipa o assunto antes mesmo que a visita seja realizada, garantindo melhor experiência para o visitante.

O ideal é que ela conte com a palavra-chave, que vai ajudar no ranqueamento e na compreensão. Também é necessário que seja o mais curta possível. URLs otimizadas ‘’agradam’’ algoritmos dos mecanismos de busca.

5) Meta descrições corretas

Meta description trata-se daquele pequeno texto que aparece abaixo do título da página nos resultados de pesquisa, e serve como um resumo do que o usuário encontrará ao clicar naquele link, funciona como um elemento de atração. A elaboração correta demanda SEO, como o anexo da palavra-chave na área, sendo uma forma de aumentar a relevância.

Os parâmetros ideais recomendam no mínimo 120 caracteres e, no máximo, 156*.

  • Fonte: Webpeak 

Saiba mais: https://sizeweb.com.br/seo-marketing-digital/, https://webbizz.com.br/dicas-fundamentais-de-seo-para-otimizar-suas-campanhas-de-marketing-digital/