A importância de combinar três tipos de inteligência para melhorar seus negócios

Por Roberto Marcio

Para a sua empresa ter mais chance de sucesso nos negócios, é fundamental ter em mente dois pontos: foco e estratégia. Em ambos, o processo de conquista de mercado (e lucros, claro!)  passa necessariamente por pensar diferente em um mundo cada vez mais competitivo e exigente, até porque se não estiver de olho em si e à sua volta, suas chances de fracasso podem ser enormes. Por isso, para se ter um bom plano de negócios, usar a combinação da Inteligência de Mercado, Competitiva e de Negócios é a saída para garantir os bons resultados da corporação.

O foco, em seu seu empreendimento, é um pilar para fundamentar o seu negócio. É nele que você vai trabalhar muito para assegurar que seus objetivos estão sendo alcançados. 




Até chegar ao produto final existem etapas e um trabalhoso programa de atividades teóricas e práticas para o atingimento da sua meta. A estratégia é o ponto de partida que vai orientar todas as etapas até se chegar ao objetivo. 

É um aspecto fundamental para que tudo tenha um início, meio e fim de acordo com o que foi planejado por gestores e colaboradores. Todavia, o que pode contribuir para que foco e estratégia possam funcionar bem?

Antes de nos aprofundarmos no tema, vale a pena distinguir os três tipos de inteligência. 

A Inteligência Competitiva, por exemplo, é conhecida por ter o foco na concorrência. Também está voltada para as ações das organizações que pertencem ao mesmo segmento de mercado. 

Já a Inteligência de Mercado está relacionada à coleta e análise de dados para que se possa compreender mercadologicamente em qual posição sua organização está inserida. Ela é focada no cliente e sua função é compreender o comportamento de compra do público-alvo. Já a Inteligência de Negócios é uma expressão vinda do termo em inglês Business Intelligence (BI). É uma metodologia relacionada à coleta, análise e compartilhamento de dados estratégicos para o funcionamento da organização. Antes da adoção do BI, os gestores tinham muita dificuldade de tomar decisões certeiras e que favorecessem verdadeiramente suas técnicas de negócio. O método é compatível com qualquer segmento de mercado, não importando qual seja seu porte.

Mas como elas podem ajudar a impulsionar o seu negócio?

Embora os termos sejam semelhantes, as três inteligências vão atuar de maneiras diferentes em diversos aspectos do seu negócio. A harmonia na aplicação dos três recursos precisa ser equilibrada e eficiente, nenhuma opinião pode sobressair na outra, razão pela qual é fundamental a corporação compreender o que cada uma pode fazer, em prol do desenvolvimento de uma gestão responsável e vitoriosa. 

Unir todas as ferramentas em busca de boas práticas de gestão é o caminho. Tirar o melhor delas é o desafio, harmonizando diferentes ações na empresa. Para vender mais, um serviço ou produto, precisamos ser assertivos na hora de tomar decisões. Os tempos atuais, principalmente, colocaram desafios na área da gestão, forçando executivos a superarem as dificuldades impostas. Ser “inteligente” é antecipar cenários.  Saba mais: https://rockcontent.com/br/blog/inteligencia-competitiva/, https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/o-que-e-inteligencia-competitiva,a41d6d461ed47510VgnVCM1000004c00210aRCRD,