Como o uso da NLP e NLG podem impulsionar seu negócio

Por Roberto Marcio

O uso da linguagem nas máquinas tecnológicas traz um novo horizonte para o marketing digital. Para ajudar a impulsionar a automação nas empresas via Inteligência Artificial, termos como  NLP (Natural Language Processing ou Processamento de Linguagem Natural, traduzido para o português) e NLG (Natural Language Generation ou Geração de Linguagem Natural) passaram a fazer parte do vocabulário daqueles que trabalham principalmente com o marketing digital. Você sabe a diferença entre eles?

Para compreender a funcionalidade de ambos os conceitos, é preciso saber o que faz o quê. O NLP pertence fundamentalmente a uma área da Inteligência Artificial que lida com o entendimento e processamento da linguagem humana falada (voz) ou escrita. Já a NLG, ou Natural Language Generation (Geração de Linguagem natural em português) é outra área da inteligência artificial, que neste caso produz narrativas escritas ou faladas a partir de um conjunto de dados. Sendo eles tão importantes assim, vamos entender quais suas ações e benefícios de contar com essa tecnologia para alavancar seus negócios.

NLP: a capacidade de interpretar e decodificar o texto 

Atualmente, as companhias podem contar com soluções tecnológicas que envolvem algoritmos de NLP (Natural Language Processing), que possuem a capacidade de interpretar um texto (como por exemplo de um comentário em rede social) e classificá-lo como positivo ou negativo. Esse monitoramento também pode ser realizado em tempo real, permitindo tomadas de decisão e ações rápidas pelos times responsáveis. 

Para esse monitoramento, pode ser desenvolvido um dashboard a fim de exibir o desempenho das publicações de uma marca em em tempo real. Um chat bot alcança o patamar de inteligência artificial quando passa a interpretar a intenção do cliente com base no contexto e na linguagem dele, não somente nas palavras utilizadas. 

NLG: linguagem e narrativa automática gerada por análise de dados

Por produzir uma variedade de referências de modelação de linguagem e também prima quando aplicado a numerosas tarefas práticas, incluindo o resumo e respostas a perguntas, a NLG possibilita a escrita, de forma que a máquina pode responder por texto que, por meio de outros sistemas, podem ser convertidos em linguagem falada. 

A NLG tem também o processo de gerar linguagem natural a partir do output de uma máquina. Podemos citar como exemplos mais conhecidos os Assistentes virtuais, como Alexa, Siri, Cortana, que respondem de acordo com a forma como foram desenvolvidas com o sistema de Inteligência Artificial. Outro exemplo também comum, é a geração de legendas a partir de um vídeo.

Qual o resultado dessas duas arquiteturas na prática?

Para que o potencial máximo desses modelos possa ser atingido, é necessário que existam processos e uma arquitetura de dados que atenda a essas exigências. Por exemplo, um modelo de monitoramento das redes não seria tão útil se contasse com uma carga de dados dos posts uma vez por dia, considerando que atualmente empresas possuem dezenas de publicações diárias e os comentários podem chegar aos milhares. 

Assim, a arquitetura de dados da companhia deve estar voltada para a captura de dados real time, com tecnologias e pipelines de dados orientados a eventos. Em ambos os casos, a interpretação da linguagem pelos NLP e NLG precisa ser analisada para facilitar o entendimento do público acerca de sua relação com a tecnologia, pois quanto mais fluída for essa comunicação com o consumidor, melhor. Por isso, para uma melhor compreensão sobre qual o papel de cada um, a Behavior Tech enumerou as utilidades e vantagens das duas técnicas:

NLP:  Chatbots e Assistentes virtuais – Estabelece uma linguagem limpa e simples para lidar com o público. Dessa forma, facilita a vida do cliente, que consegue um retorno de sua questão.

Sugestões de teclados virtuais – A máquina lhe dá a opção que melhor convém para a realização do seu trabalho. 

Análise de sentimentos, resumo de textos, categorização e agrupamento de documentos e tradução – O poder de síntese do software lhe dá uma clareza objetiva da forma que o trabalho é estabelecido. Tudo isso com enorme rapidez. 

NLG: Análise de grandes volumes de dados, escalabilidade, entrega rápida, diminuição de viés – padronização – O software pode lhe dar a chave para solucionar algum problema, seja na parte interna ou externa da empresa, com a possibilidade de criar um sistema organizacional que irá facilitar toda a cadeia produtiva, do início ao fim.  

A possibilidade de filtragem e insights rápidos e evolução constante – A IA “aprende” fazendo e por isso consegue evoluir, tratando das questões administrativas com respostas rápidas e assertivas que direcionam o seu negócio. 

Entender esse consumidor de maneira mais estruturada e escalar ciências comportamentais com a ajuda de tecnologia é a chave para o sucesso, é ter conhecimento de ponta que garanta uma vantagem competitiva, reduza custos e transforme seu empreendimento em algo ágil, organizado e lucrativo.

Saiba mais:  
https://www.sas.com/pt_br/insights/analytics/processamento-de-linguagem-natural.html
https://rockcontent.com/br/blog/python-para-seo/   

%d blogueiros gostam disto: