Como Machine Learning pode otimizar resultados no Marketing Digital

Não há dúvidas de que a Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning têm sido as tecnologias de maior impacto no mundo em 2022, como antecipava, já no ano passado, o estudo do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos (IEEE).

Ter o total controle de estoque, gerir um grande volume de dados, entender melhor o comportamento do consumidor e fazer previsões certeiras são alguns dos benefícios que sempre vêm relacionados ao uso delas.

Mas você sabe como, de fato, essas ferramentas estão sendo utilizadas para otimizar os resultados no Marketing e, principalmente, no Marketing Digital?

Gigantes, como o Facebook, Amazon, Uber, Netflix, entre outras, já se beneficiam do aprendizado das máquinas para aperfeiçoarem e tornarem suas estratégias de marketing mais robustas, e, com isso, tornarem a experiência do cliente muito melhor, conquistando, assim, sucesso nos negócios.

Machine Learning no Marketing Digital é a garantia de usar as informações coletadas da melhor maneira possível, melhorando resultados e processos, além de aumento na produtividade da equipe.

O fato de a ferramenta ajudar a compreender tendências, prever comportamentos, pode ser fundamental na segmentação do público para que o atendimento, a personalização, e as campanhas sejam mais eficientes.

Mas se você caiu de paraquedas nesse assunto e quer entender o que é Machine Learning, ou já conhece e quer se aprofundar mais no assunto, então continue a leitura aqui.

Entenda também o que realmente essa ferramenta traz de benefícios para a área de Marketing, desde que bem planejada.

O que é Machine Learning

Machine Learning significa aprendizado de máquina, na tradução para o português.

É uma tecnologia inovadora, uma área ou uma aplicação da Inteligência Artificial, que permite a automatização de tarefas que antes precisavam, necessariamente, ser realizadas por humanos. Também podemos dizer que é uma forma de deixar a AI mais eficiente.

Machine Learning funciona com um conjunto de algoritmos que se baseiam em análises estatísticas para gerar resultados, inclusive chegando a conclusões sem que as máquinas tenham sido especificamente programadas para isso.

Ou seja, permite que as máquinas adquiram conhecimento de maneira autônoma, simulando a inteligência humana. Computadores tomam decisões e interpretam dados de forma automática, a partir de algoritmos.

Com Machine Learning é trabalhado o conceito de que os sistemas podem aprender com os dados e executar ações sem que seja necessário a interferência humana ou com a mínima interferência possível.

Mas você pode estar se perguntando: “algoritmos de Machine Learning existem há anos, qual a novidade, afinal?”. O assunto vem sendo muito discutido agora porque é recente a habilidade de realizar, de forma rápida e automática, cálculos matemáticos complexos ao Big Data.

Alguns dos exemplos mais clássicos de aplicação de Machine Learning estão nos streamings de vídeo ou música.

Plataformas como a Netflix, Amazon Prime e Spotify, por exemplo, têm a capacidade de aprender as preferências de seus usuários e sugerir conteúdos semelhantes aos que já foram consumidos anteriormente.

Se pensarmos em filmes, por exemplo, esse trabalho antes era feito quando íamos a uma locadora e os funcionários nos recomendavam algo compatível com o nosso gosto.

Outro exemplo muito conhecido está em aplicativos de navegação, como o Waze ou o Google Maps, que direcionam motoristas ao caminho mais rápido, considerando todas as variáveis, como congestionamentos e acidentes. O sistema inclui até análises preditivas a partir de padrões identificados nos motoristas.

Quais os benefícios de Machine Learning no Marketing Digital

Sabemos que todos nós deixamos rastros na internet. E esse comportamento nas redes, como sites mais visitados, horários frequentes, histórico de pesquisa, preferências, etc, gera uma infinidade de dados.

Informação, é, portanto, algo intrínseco no Marketing Digital, e fundamental para a criação e otimização de campanhas e outras estratégias.

Mas apenas ter os dados não basta. É preciso analisá-los com inteligência, usar as ferramentas corretas para que a aplicação dessas informações seja eficiente. E conseguir, de fato, insights significativos para o negócio.

Imagine quantos meses seriam necessários para analisar grandes volumes de dados, entender e gerar insights? Por isso, o Marketing Digital conta com um aliado essencial: a Inteligência Artificial. Através de ferramentas avançadas, como Machine Learning, o setor consegue alcançar um outro nível.

Com o uso das máquinas, os processos de tomada de decisões são muito mais assertivos.

Machine Learning consegue analisar ações do passado para descobrir tendências no futuro. A previsão passada no momento certo faz com que o profissional de Marketing possa agir sem perder qualquer oportunidade. Avaliando, por exemplo, quais usuários são mais valiosos e quais canais são mais lucrativos.

Veja algumas outras vantagens do uso dessas ferramentas no Marketing Digital:

  • • Análise e produção de conteúdo

Como seria possível, para uma grande marca, identificar e reconhecer produtos, logotipos ou seus profissionais na mídia ou em um evento que patrocinou, por exemplo? Quantas vezes eles apareceram no jornal? Em quais fotos?

Ou então nas redes sociais. Como identificar todas as vezes que alguém citou a sua marca?

É nessa identificação e análise que Machine Learning age. Os dados são usados, inclusive, para a criação de novos conteúdos mais direcionados.

Machine Learning consegue aprender sobre conteúdos que fizeram sucesso e indicar para as áreas de Marketing o que deve ser criado.

  • Personalização da experiência do consumidor

Ter a capacidade de analisar o comportamento dos clientes faz com que a empresa consiga segmentar o seu público.

Isso é importante para identificar em que altura do funil cada consumidor está e oferecer para ele a interação ou campanha mais adequadas.

Com Machine Learning é possível identificar padrões dentro da segmentação e prever comportamentos semelhantes, sendo possível sugerir mais produtos ou serviços específicos.

Ou seja, oferecer serviços personalizados, exatamente de acordo com a expectativa do consumidor.

As máquinas aprendem com os dados que analisam e conseguem oferecer algo muito mais customizado.

  • Recomendação de produtos ou serviços

Tornar a interação com os clientes mais personalizada faz com que as empresas consigam uma forma de aumentar o seu ticket médio oferecendo recomendações de outros produtos ou serviços com base no que estão comprando.

Machine Learning cruza dados e faz análises para chegar ao que o cliente precisa.

Um exemplo clássico de cruzamento de dados é o da história ou lenda estatística – como quiser chamar – da cerveja e fraldas.

Provavelmente você já ouviu falar sobre uma grande rede de mercados dos Estados Unidos que, ao analisar compras de fraldas feitas por jovens pais, descobriu um padrão inusitado: um número significante de pessoas que também compravam cerveja. A informação foi utilizada para disponibilizar os dois produtos lado a lado nas prateleiras dos mercados.

Lenda ou não, o fato é que compreender a rotina dos consumidores é fundamental. E Machine Learning pode fazer isso através do uso de estimativas estatísticas e dados passados para prever ações futuras.

A aprendizagem das máquinas tem papel fundamental ainda na compra de mídia, com a otimização de campanhas de anúncio pago; no combate a fraudes; na otimização de criativos; e, principalmente, na automação de processos. Muitos deles são cansativos e repetitivos para o trabalho humano, como o próprio acompanhamento de campanhas, por exemplo.

Implementando Machine Learning

Como vimos, Machine Learning pode trazer uma redução de custos para os negócios, além do aumento da produtividade das equipes de Marketing e melhores experiências para o seu público.

Mas, calma, se você se interessou pelo assunto e acha que precisa saber construir um sistema ou códigos de aprendizado de máquina está enganado.

O Google Ads é um exemplo que está à disposição, precisando apenas que a ferramenta seja manejada. Mas, é claro, também é preciso conhecimento em Machine Learning para saber como o sistema funciona e como vai trabalhar da maneira que você precisa.

Profissionais da área de marketing podem, inclusive, treinar os modelos de Machine Learning.

Se você está procurando ferramentas que ajudem a sua empresa a colocar essas tecnologias em prática, a Info4 conta com plataformas de inteligência competitiva, unindo diversas fontes de informação para formar um conjunto de dados estruturados, que facilitam as análises, economizam tempo e potencializam os resultados.

O time de inteligência da Info4 elabora relatórios de fácil compreensão, em formato Adhoc ou em Dashboards Executivos, facilitando a visualização das informações a partir de conteúdos complexos.

Entre em contato clicando aqui.

%d blogueiros gostam disto: