Como driblar a crise provocada pelo COVID-19 com o Marketing Digital

por Jorge Goettnauer

O cenário econômico apresenta a cada dia um desafio maior para as empresas, mostrando um mercado cada vez mais competitivo e diversificado. Esse momento crítico de isolamento, causado pela pandemia do novo Coronavírus impacta ainda mais, negativamente, grande parte dos lojistas que não entregam atividades essenciais. 

Dados atualizados do Índice de Performance do Varejo (IPV), que são apurados pela Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo, mostram uma queda no movimento das lojas físicas da região sudeste de 45,71% na comparação com o ano de 2019. O estudo também mostra que para manter o fluxo de caixa, mesmo com portas fechadas, vários lojistas estão apostando na prestação de serviços em modelos digitais e na venda pela internet, obrigando muitos a se reinventarem.

O quadro que vivemos exige um grau de adaptação abrupto e de resposta rápida. O relógio já corre mais acelerado do que nunca e a cada semana vivenciamos um novo cenário. Estamos presenciando uma mudança de posicionamento da indústria, principalmente aquelas que ainda não tinham estratégias online definidas. Estão se adaptando ao novo cenário, e como estão fazendo?

1-   Instituições de ensino disponibilizando seus conteúdos de aulas e cursos online;

2-   Profissionais autônomos prestando serviços de consultoria à distância;

3- PDV’s (ponto de vendas e/ou lojas físicas) explorando suas redes sociais transformando o modelo de negócio em compra online.

Empresas que já estão consolidadas na segmentação digital, como as de software, Fintechs e E-commerces, estão se reinventando, criando canais de relacionamento e gerando conteúdo sobre a produtividade no mercado online, trabalho home office e como se atingir a plena transformação digital. Para passar por esse momento é hora de reformular suas estratégias de Marketing. 

O quê é o marketing digital?

Os métodos tradicionais de vendas e marketing já não são suficientes, campanhas nos canais tradicionais com foco em venda não estão tendo o mesmo impacto, não geram a demanda necessária de venda para justificar o custo.

Por isso, uma nova abordagem se mostra essencial. A internet vem sendo incorporada à nossa vida de tal forma que é quase impossível se desvencilhar, tornando praticamente improvável que se faça alguma coisa sem o seu uso diário. A cada dia se torna mais difícil ver as pessoas desconectadas de seus celulares, tablets e computadores. E se nosso modo de vida já não é mais o mesmo, agora podemos afirmar que o processo de compra e relacionamento com as marcas também não será mais como antes.

É comum procurarmos serviços e produtos na Internet, seja para uma simples pesquisa de informação, seja para comparar preços ou mesmo ler avaliações de outros compradores para determinar e fundamentar sua decisão de compra. Todos esses itens são composto do marketing digital: um conjunto de ações e informações que podem ser feitas de diversos meios digitais tendo como objetivo promover empresas, produtos e serviços.

Como o marketing digital pode ajudar?

Grande vantagem do marketing digital se encontra no ambiente que se estabelece: Internet, meio de comunicação mais relevante para o público no momento. Para fugir da crise é vital se estabelecer em local que atraia novos clientes, produza e forneça conteúdo de qualidade. Fazendo com que sua marca/produto se consolide no mercado cada vez mais competitivo e agressivo entre os players.

Cinco diretrizes básicas podem te ajudar a gerir seu marketing digital, para que você possa direcionar seus esforços de forma coordenada para obter melhores resultados:

1 – Segmentação.

Esse benefício do marketing digital permite a seleção do público-alvo na internet tendo como suporte as mídias sociais, trazendo até você maior acesso e poder de divulgação do seu negócio, serviço ou produto. A Segmentação vai permitir a criação de canais para interagir com o público-alvo, oferecendo informação relevante, promoções e outros.

2 – Geração de Conteúdo

Com o Inbound Marketing, que um é uma concepção do marketing que foca em atrair, converter e encantar o público, através da produção de conteúdo, essa estratégia cerca a criação de pessoas, pesquisa por meio de Keywords (palavras-chaves) e diversos outros fatores. Se apossar das ferramentas gratuitas disponíveis na internet: YouTube, Blogs, Facebook, Twitter, Instagram e e-Mail marketing (envio de emails customizados para seu público, seja por meio de newsletters em ciclos de períodos, ou divulgação de novos artigos e conteúdos), possibilitando comunicação recorrente com o público-alvo.

3 – Resultados

A análise dos resultados é um ponto importante no marketing, e na sua forma digital se tem total controle deles. Suas ações vão poder ter o direcionamento correto junto ao público. Através de relatórios, podendo ser entregues por meio de planilhas, gráficos entre outros meios, você vai saber quais serão os resultados, podendo observar a taxa de conversão, visitas às suas redes ou sites, número de compartilhamentos, e o principal o feedback. A rentabilidade é observada facilmente, auxiliando a programar outras estratégias de marketing digital.

4 – Criar uma rede de comunicação

Na internet é comum se ter uma ambiente de liberdade, diversas pessoas divulgam seus pensamentos, o que querem, o que não gostam, etc. Usando o marketing digital e outras ferramentas dentro da web, é possível monitorar de clientes e haters , sabendo assim o que eles estão falando sobre o seu produto, serviço ou negócio, isso ajuda a melhorar objetivos da marca e também a desenvolver ideias para uma maior conversão.

5 – Inovação

Se não é a principal ideia, se torna fundamental ter todos os dias ela como conceito de partida. A internet é um ambiente onde tudo se movimenta muito rápido e as ações do marketing digital não ficam para trás. A criação de um plano de marketing dinâmico e de constante transformação dá liberdade para que você consiga criar novas formas de chamar a atenção do seu público, e por que não de outros, para isso você pode usar call-to-action, relatórios de pesquisa de satisfação, enquetes e assim por diante.

Agora que já tem um direcionamento a seguir, é estudar as ferramentas propostas pelo marketing digital, criar um plano de ação e avançar para o ambiente digital.