Curadoria: como utilizar essa ferramenta para trazer melhores resultados em seu negócio

Por Roberto Márcio

Numa uma época em que vivemos a escassez de tempo e uma sobrecarga de informações (information overload), a curadoria de conteúdos é um elemento-chave para filtrar as informações relevantes no mundo digital. 

Num mundo em que cada vez mais sofre transformações que impactam no comportamento da sociedade, o curador precisa se aprofundar no segmento de atuação da empresa, acompanhando todas as nuances e mudanças que ocorrem a cada instante.

Por isso, a curadoria tem como objetivo a entrega de material qualificado, filtrado e relevante para a empresa. É um produtor de síntese estratégica de informações. O curador de conteúdos auxilia na tomada de decisões da empresa, porque de sua depuração de dados traz o que é importante para o negócio no menor tempo possível. 

Apesar de utilizar softwares e recursos tecnológicos para nortear seu trabalho, não é uma máquina propriamente dita. Esse profissional interpreta e avalia dinamicamente milhares de variáveis trazendo uma compilação objetiva de dados estratégicos para alimentar a boa governança de seu negócio.

O profissional certo para o momento exato de seu negócio

Deixando os aspectos filosóficos de lado, a curadoria de conteúdos no meio empresarial atua com eficácia em duas vertentes: em uma parte, se volta para mapear informações relevantes de mercado para as empresas, que normalmente a utiliza para aprimorar a sua gestão e, de outro, produz conteúdos que agregam valor para o marketing digital. De um jeito ou de outro, é ela que vai compilar os dados relevantes, de fontes confiáveis, para ajudar a impulsionar os negócios. Cada vez mais, esse profissional tem se tornado fundamental para municiar os executivos com subsídios para a tomada de decisão assertiva. 

Para as empresas que atualmente vivem intensamente as transformações digitais e humanas, ter informação é poder. O curador mantém o público interno atualizado com um conhecimento que não é estático, justamente porque reconhece que as mudanças no mercado são dinâmicas e não possuem fórmulas matriciais. Afinal, ele está antenado não apenas com as prioridades e dores do negócio, mas com todo o ecossistema.

O curador de conteúdo precisa ter conhecimento do negócio, saber as prioridades e as dores da empresa naquele determinado momento, para filtrar com qualidade as informações relevantes e ajudar na tomada de decisão. 

O curador está preparado para trabalhar com diferentes ferramentas digitais visando sempre  dar a melhor resposta ao negócio. Ele sabe que o tempo de resposta é fundamental para o sucesso das decisões que precisam ser tomadas. Pode contribuir, também, através de softwares de BI (inteligência de negócio) que facilitam a visualização de dados, como um dashboard, que pode mostrar os resultados de uma empresa distribuídos em diversos indicadores de performance (KPIs). Tudo isso para obter vantagem competitiva em relação aos concorrentes em um mercado cada vez mais dinâmico e veloz.

Curadoria de Conteúdo: 5 passos para acelerar a tomada de decisão estratégica do seu negócio

1. Selecionar fontes de informação que tenham credibilidade e que trazem o conteúdo em primeira mão. 

2. Utilizar um sistema de monitoramento de notícias, redes sociais e blogs em tempo real (Clipping).

3. Conhecer e se manter atualizado nas prioridades da empresa. Entender o que realmente é importante para a empresa naquele determinado momento (oportunidades ou ameaças). O diálogo precisa ser contínuo com profissionais e gestores da empresa.

4. Selecionar e classificar somente os conteúdos relevantes. Descartar informações repetidas ou irrelevantes. Se necessário produzir resumos executivos para acelerar a assimilação das informações prioritárias. 

5. Timing! A curadoria de conteúdo só será uma vantagem competitiva se for realizada com velocidade. Municiar um executivo com um conteúdo relevante e qualificado uma semana após sua publicação pode ser tarde demais para a tomada de decisão de uma empresa.

%d blogueiros gostam disto: