Reinventando para vender mais: como posso ajudar?

Por Roberto Marcio

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), das 2,7 milhões de empresas em funcionamento no país, sete em cada dez empresas em atividade registraram diminuição de vendas ou realização de serviços na primeira quinzena de junho, se comparado ao início de março. Os dados, preocupantes, obrigaram as empresas a buscarem ampliar formas de garantir vendas como salvação de seu negócio e o marketing digital está entre os preferidos dos gestores para encontrar soluções. Afinal, ele diz como pode ajudar a ampliar seu faturamento nesses tempos de pandemia

A pandemia do COVID-19 causou uma crise e recessão impactando diversos setores. Comércios, estabelecimentos, empresas que prestam serviços fecharam as portas, fábricas paralisaram suas atividades ou precisaram se readaptar para evitar aglomeração de funcionários e todo o setor de eventos parou por completo, por exemplo. No meio disso, chegou-se a conclusão que a população, em casa, só tinha como efetuar compras online e a partir daí começou um movimento frenético atrás desse público consumidor ávido também por uma nova experiência em meio a um processo de quarentena. Assim, só há uma chance de vencer nesse momento: reinventar no campo digital para melhor se planejar no presente e futuro.

A adoção de boas estratégias digitais são indicados para ampliarmos o campo de vendas. Duas estratégias principais se destacam quando falamos em como vender pela internet, o Inbound e o outbound marketing. Elas se complementam e permitem que você, interessado nesse filão da economia virtual, exponha as suas marcas e garanta bons negócios. 

No outbound, a empresa vai atrás do consumidor. Isso porque ele identifica a parcela do público com a possibilidade de se tornar cliente de uma empresa e faz a abordagem. Por outro lado, o inbound tem como objetivo central atrair o público de maneira menos invasiva e educar o mercado para a aquisição.

Há, contudo, outros métodos para fazer com que o público visite seu site e conheça seus produtos. Com conteúdos relevantes, as técnicas de SEO podem ser um bom caminho até o sucesso. 

O que justificou o crescimento acelerado da migração do off para o universo online? 

Para compreender melhor a importância do marketing digital e suas ferramentas, é importante contextualizarmos o antes e o hoje para justificar sua importância na parceria com as empresas. 

Diante desse cenário de coronavírus, muitos negócios que não chegaram a fechar, tiveram que buscar alternativas para manter suas atividades. Vários segmentos precisaram se reinventar para continuar crescendo. No varejo, por exemplo, a corrida por uma compra segura e por conveniência é um caminho sem volta e sua reinvenção foi impulsionada pela série de dados publicados desde março até hoje.

Há quem diga que mais de um terço do espaço físico de varejo é agora composto por lojas de conveniência, e os gastos no segmento em todo o mundo devem exceder US $ 48 bilhões em 2024. Ou seja, do pequeno ao grande, o jeito encontrado foi o de ir atrás das ferramentas adequadas para abocanhar parte desse mercado próspero em tempos de recessão econômica pelo mundo afora. 

Para aumentar as vendas, com o intuito de criar um campo de previsibilidade de negócios no médio e longo prazos, você precisa potencializar as ferramentas disponíveis no mercado, como as ofertadas por empresas de marketing digital. Ao analisar criteriosamente os dados, é possível desenvolver mecanismos eficazes para melhorar o ambiente de negócios com decisões assertivas e bem sucedidas. 

Com o uso da inteligência de mercado, empresas passaram a encontrar soluções criativas que aumentassem a conexão com o consumidor. Só para dar um exemplo, dados de vendas mais precisos e experiências baseadas em dispositivos móveis que possibilitam aos clientes participarem de promoções, explorar como o produto foi feito e descobrir outros itens. A fidelização do cliente acaba se tornando a chave para conquistar mais lucros.

A reinvenção é mais do que necessária. É questão de vida ou morte. Os tempos atuais são de aperto financeiro, o cliente passa por uma jornada de compra até certo ponto diferente em relação anterior à pandemia. Por isso, o valor dos dados e da inteligência artificial é imensurável e pode ser refletido, por exemplo, no processamento de um grande volume de dados coletados via redes sociais, ou na busca por informações segmentadas ou sazonais. São essas e muitas as alternativas em um campo a ser explorado para mudar. E mudar significa viver. 

%d blogueiros gostam disto: