Expectativa positiva para o e-commerce: vamos conversar sobre crescimento das vendas?

Por Roberto Marcio

Trazemos uma novidade para o artigo da semana que pode indicar o início de um setor importante da economia. Em uma pesquisa realizada pela Adtail Newblue e pelo E-commerce Brasil mostrou que 72% dos varejistas acreditam que no segundo semestre de 2020 haverá um crescimento de vendas ainda maior em relação aos seis primeiros meses deste ano. O comércio eletrônico encerrou o primeiro semestre com alta de 145% nas vendas, no comparativo com o mesmo período de 2019, segundo o estudo “E-commerce na Pandemia”, realizado pela plataforma Nuvemshop. Ok, talvez tenha chegado a hora de perguntar aos mesmos varejistas: vamos conversar sobre marketing digital para surfar na onda da previsão de crescimento?

A mudança de comportamento do consumidor segue confirmando uma tendência apontada em estudos: as compras online podem ser mais seguras em vez das realizadas em lojas físicas. A despeito da greve dos Correios, os clientes estão ávidos em experimentar cada vez mais  todo o processo de aquisição do produto até o pós- venda.Para se ter uma ideia, a pesquisa revela ainda que 53,1% dos entrevistados pretendem aumentar os valores investidos antes da pandemia e 19,6% devem diminuir os investimentos. Assim, os empresários que apostam tudo nos números positivos, precisam estar atentos às estratégias de vendas. O marketing digital está aí para ajudar.

Podemos exercitar a nossa imaginação para criar um cenário: se uma empresa recorre ao marketing digital para trabalhar sua marca nas redes sociais. Após um estudo, se define uma estratégia para fazer crescer, por exemplo, os likes no Facebook ou Instagram: Para se ter ideia, nos últimos meses, observamos um aumento de 70% nas visualizações de conteúdo Ao Vivo no Instagram globalmente e hoje são 800 milhões de usuários ativos diários no “Ao Vivo” do Facebook e Instagram. 

As campanhas podem ser direcionados dentro dos dados obtidos. Antes, entre os principais desafios para desenvolver conteúdos consistentes para redes sociais estavam a falta de tempo, a preocupação com a qualidade da produção e a falta de ideias originais.

O Instagram tem sido o lar de muitos influenciadores. A amplitude de conteúdo gerado pelo usuário do Instagram permite encontrar influenciadores que se encaixam perfeitamente na sua vertical. E a oferta de técnicas para melhorar as vendas não param por aí, são inúmeras. Mas convém salientar esse parágrafo abaixo em que ninguém pode perdê-lo de vista:

Com o desenvolvimento tecnológico, a forma de consumo de bens e serviços tem mudado. Hoje, com a possibilidade de fazer compras pela internet ‒ principalmente pelo smartphone ‒ e com o aumento da utilização dessas plataformas de venda, o cliente está ficando cada vez mais exigente em relação a agilidade e praticidade no atendimento e nas compras, e ainda, preocupado com a segurança das transações nesse ambiente. (E-Commerce Brasil)

A segurança na transação, uma nova experiência de compra, praticidade….São inúmeros os argumentos da migração do físico para o virtual. Os números não mentem quando mais pessoas aderem a novas modalidades de compras e o marketing digital tem as ferramentas prontas para atender ao consumidor 2.0. 

Escolhemos a idealmarketing para dar as sugestões para melhorar os aspectos objetivos de vendas: Escolha a plataforma ideal de hospedagem da sua loja virtual; determine quais serão as formas de pagamentos oferecidas aos clientes, escolha sistemas de segurança da sua loja virtual, alinhe expectativas com sua equipe de logística e Mão a obra! Comece a divulgar seus produtos/serviços em seu e-commerce.

Varejo pode fazer planos com o ingresso de milhões de novos clientes via online

Já que estamos falando sobre uma pesquisa do ramo do varejo, vamos animar o segmento econômico com mais uma boa notícia: outros dados da Abcomm mostram que o e-commerce ganhou ao menos 4 milhões de novos clientes e teve um salto de 400% na venda online de brinquedos, 200% em artigos esportivos e 80% na venda de cosméticos. Isso, é bom lembrar, os efeitos da pandemia que provocou demissões e o consequente encolhimento da economia global. 

Segundo Felipe Dellacquam, sócio e VP de vendas da Vtex, “se a loja física vende bem, o dono não vê motivo de abrir novo canal de vendas. Se fosse abrir, seria uma loja física nova. Mas a crise que fechou diversas lojas pelo país criou a necessidade de continuar vendendo, o que durante um período só foi possível virtualmente”. Trocando em miúdos, antes da crise devido ao novo coronavírus, um dos motivos que levavam muitos empresários a não migrar para o online é o comodismo, de acordo com Felipe. 

Em relação ao futuro, e especialista em e-commerce acredita que, mesmo após a pandemia, os donos de lojas físicas que migraram para o online devem continuar com as vendas virtuais. 

“Com certeza, os empresários ficam no mercado online, em que eles também podem ter muitos ganhos. Muitas pesquisas dizem que essa crise viral pode voltar daqui alguns meses ou anos causando uma nova quarentena. Ninguém sabendo disso vai montar loja virtual e fechar depois. Muitas empresas que passaram por essa crise sem sofrer tanto foram empresas com canais digitais robustos. Além disso, esses empresários enxergaram o potencial de aumentar o número de clientes com operação mais otimizada e enxuta tendo faturamento maior”, comenta.

As soluções para vender mais estão aqui. E o marketing de varejo é uma categoria maior do que você provavelmente imagina. Abrange o marketing tradicional (anúncios de TV, outdoors, mala direta e etc.) e marketing digital (anúncios no Facebook, histórias no Instagram e campanhas por email). Dentro dessa perspectiva, não importa se é sua loja ou sua página inicial, as primeiras impressões são importantes. Também não importa se você está falando sobre acessórios de merchandising ou páginas de produtos, como exibe seu produto. Sendo assim, boas vendas com o marketing digital!

Sugestão de links sobre o tema:
https://resultadosdigitais.com.br/blog/, http://www.monolito.com.br/marketing-digital-para-e-commerce-ferramentas-e-estrategias/, https://www.idealmarketing.com.br/blog/marketing-digital-para-e-commerce/ , https://vtex.com/pt-br/blog/estrategia/o-e-commerce-brasileiro-pode-crescer-ate-20-em-2018-entenda/