IA: do varejo ao RH, uma transformação tecnológica que provou sua eficiência

Por Roberto Marcio

A Inteligência Artificial é a capacidade de um sistema de interpretar corretamente os dados externos, de aprender com esses dados e de usar esses aprendizados para atingir objetivos e tarefas específicas por meio de adaptação flexível. Partindo dessa premissa, o recurso garante às empresas uma pronta resposta que contribuem para a montagem de um bom planejamento estratégico, acumulando dados e ajudando a colocá-los nos seus devidos lugares numa colaboração sem par desde quando a tecnologia passou a ser parceira das corporações. Vamos entender como ela pode fazer a diferença em seu negócio nos dias atuais.

Quero me ater a dois setores que comprovadamente a IA tem feito uma diferença incrível. O varejo, sendo híbrido e omnichannel, ganhou espaço e esses conceitos não são novos no mercado brasileiro, mas ainda são pontos importantes para que empresas consigam se destacar perante os concorrentes e se manter de pé diante da pandemia que segue causando estragos no Brasil mesmo após praticamente um ano. 

Um levantamento feito pela Ebit|Nielsen aponta que as vendas do e-commerce devem crescer 26% no Brasil em 2021, atingindo um faturamento de R$110 bilhões. Isso reforça ainda mais a força do varejo online e também a consolidação de e-commerces e marketplaces.

E como conseguir unir diferentes canais e também oferecer maior variedade de produtos sem comprometer a qualidade? Apostar no uso de inteligência artificial é a solução, já que essa tecnologia permitirá que o varejista conheça o comportamento e a necessidade dos seus consumidores, personalize as ofertas e ainda melhore a experiência oferecida. As empresas se preparam cada vez mais para enfrentar uma batalha por corações e mentes dos consumidores e a IA entra como auxiliar importante que pode proporcionar aos administradores bases para o lançamento de uma estratégia capaz de vencer nesses tempos difíceis.

Para situações externas a IA ajuda, mas na gestão de pessoal das empresas também é crucial

Na estruturação e contratação de pessoal, a IA é capaz de dar um direcionamento ao setor de Recursos Humanos possibilitando escolher os mais qualificados para ocupar cargos-chave em uma empresa. Afinal, essa tecnologia tem  trazido ótimos resultados em processos de seleção de candidatos, eliminando vieses e oferecendo alternativas mais interessantes à triagem de currículos. Mas sobretudo, a IA está tornando o gerenciamento de funcionários muito mais dinâmico e inteligente, centralizando informações e agregando valor às análises.

É nesse cenário que a crise fez com que empresas repensassem seus modelos de gestão de pessoas, além de provocar uma grande transformação cultural, que mesmo diante do quadro, tem sido positiva para o RH das organizações. Equipes inteiras foram forçadas a adotar o modelo remoto, novos processos e passaram a usar tecnologia a fim de tornar digital e automatizada rotinas básicas, que passam por admissões, emissão de holerites, gestão de férias e assinaturas de documentos, com o auxílio de softwares. A IA faz todo esse monitoramento em tempos difíceis para o país, devido à pandemia. 

Dentro das empresas, a tecnologia pode se antecipar e evitar dores de cabeça por descuidos. O RH,tecnológico pode gerar relatórios para acompanhar a situação dos colaboradores, um a um, evitando prejuízos comuns a empresa e futuras perdas, como o pagamento de férias em duplicidade, multas do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas), erros em benefícios e até processos trabalhistas. Portanto, a IA tem tudo a contribuir no momento, dentro ou fora da empresa, é ela quem fornece as informações cruciais para a melhor tomada de decisão, gerando economia e praticidade nas ações. Não dá para abrir mão dessa jóia tecnológica. 

Saiba mais: https://computerworld.com.br/negocios/9-tecnologias-emergentes-que-vao-moldar-o-futuro-digital/ https://rockcontent.com/br/blog/transformacao-digital/ 

%d blogueiros gostam disto: