Que tal conversarmos sobre vendas nas redes sociais com o Social Selling?

Por Roberto Marcio

Garantir boas vendas não pode ser apenas uma questão de lucro. É também a sobrevivência do negócio em tempos difíceis que a economia brasileira vem enfrentando, o jeito é olhar para onde está boa parcela dos consumidores.  Com isso, as redes sociais passaram a ganhar protagonismo nos negócios online que fez surgir inúmeras técnicas para garantir a manutenção de sua empresa, entre elas o Social Seeling. É fato que este mecanismo tem revolucionado as vendas online no varejo e os seus recursos, levando em conta o aumento de usuários conectados com as redes sociais e a situação pandêmica no Brasil.  

Afinal, o que é o Social Selling? Também conhecida como venda social, é um mecanismo de criação de relacionamentos e vendas por meio das redes sociais. As redes sociais, além de um espaço para criar relações de interação entre marcas e público, possibilitam prospectar potenciais clientes e se relacionar com eles com o objetivo de gerar vendas. 

Assim, o foco passa a ser a criação de relacionamento e a conquista de confiança entre as empresas e clientes, ao invés de apenas focar nas vendas pontuais.

O momento para se fazer negócios na rede é exatamente esse. Dados publicados recentemente mostram que o caminho traçado para investimentos na internet acontece em boa hora.

A pandemia teve grande influência nas muitas horas gastas em redes sociais, já que esse se tornou o principal meio para se relacionar e consumir, fazendo com que o social selling se tornasse uma das principais estratégias de venda dessa década

Como, então, podemos desenvolver campanhas que vendem mais? A resposta está na sua assertividade com estratégias de marketing.

Qual a importância das Lives para o Social Seeling?

Como um dos principais recursos do social selling, as shoppable lives, também conhecidas como live commerce ou shop streaming, têm ganhado destaque por transformar as transmissões ao vivo em uma ferramenta fundamental para manter e fortalecer as vendas do varejo. 

Esse novo formato se utiliza das lives, que se popularizaram com a pandemia para aproximar o consumidor da marca de maneira prática, gerando oportunidade de interação e relacionamento, por não mostrar os produtos apenas, mas também ao oferecer doses de entretenimento e informação.

As lives são realmente uma ponta de lança para a realização de bons negócios.

Marketplaces são boas opções para colocar seus produtos à venda?

As redes sociais são visitadas bilhões de vezes diariamente. 

Só no Brasil, mais de 134 milhões de pessoas usam ativamente as redes sociais hoje, o que levou o país ocupar o segundo lugar no ranking que analisa a média de permanência dos usuários na internet, sendo que os brasileiros passam, atualmente, uma média de 10 horas e oito minutos conectados, segundo dados do Digital Global Overview Report 2021, elaborado pela Hootsuite e We Are Social. 

A grande fatia desses consumidores estão rotineiramente visitando o LinkedIn, Twitter, Facebook e Instagram, que são plataformas que já contam com espaços específicos para vendas online, como: Instagram Shopping, Facebook Marketplace, entre outras, que podem ser integradas a estratégias de social selling.

Pandemia afasta clientes dos físicos e faz explodir preferência virtual

Uma parcela significativa da população migrou para as compras online. 

Por isso, a atenção aos detalhes em relação a posição de sua mercadoria é valiosa. Portanto, a divulgação, escolha e compra do produto, para a forma online, por meio de uma rede de relacionamento via redes sociais, que se conclui com a entrega do produto na casa do cliente, sem a necessidade de encontro físico; o que impulsionou as vendas durante a pandemia, na qual o contágio entre as pessoas representa um risco.

Tal praticidade se explica: o foco passa a ser a criação de relacionamento e a conquista de confiança entre as empresas e clientes, ao invés de apenas focar nas vendas pontuais. Vale a pena? Sim, vale e muito. O Social Selling é uma estratégia de saída para garantir boas vendas.

Saiba mais: 
https://www.mandae.com.br/social-selling-a-arte-de-conquistar-mais-clientes
://www.segs.com.br/seguros/293137-social-selling-saiba-o-que-e-e-como-esse-mecanismo-valioso-tem-revolucionado-as-vendas-online-no-varejo 

%d blogueiros gostam disto: