Como o marketing digital deve se preparar para próximas datas festivas

Por Roberto Marcio

Já estamos no segundo semestre de 2021. É hora das empresas se organizarem para formularem suas políticas de marketing digital para conquistar mais clientes – além é claro mais lucros num ano em que o país tenta caminhar para a normalidade. A pergunta que se faz é: qual a melhor fórmula para assegurar o sucesso na rede? A resposta é muito simples: atualmente, não existe um plano que possa ser seguido por todos os negócios. Ter uma estratégia que se adequa ao seu empreendimento, com ferramentas tecnológicas disponíveis, é o caminho certo.

Além do já reconhecido aquecimento da economia e o avanço da vacinação por todo o país, alimenta a esperança de empresários a apostar num crescimento que possa compensar a estagnação vivida desde março de 2020, quando a pandemia assolou o mundo e fez encolher as vendas. 

O segundo semestre do ano chegou e, junto com ele, o aquecimento nas compras e vendas também, já que com Dia dos Pais, Semana do Brasil, Dia das Crianças,Black Friday e Natal. O fim do ano sempre promete um aumento no volume das compras, principalmente no varejo online.

Vamos, então, aproveitar a ocasião para render bons dividendos este ano? Afinal, já é a hora das lojas virtuais estarem com a operação alinhada para este período estratégico com suas estruturas preparadas para receber uma alta demanda de pedidos.

A utilização da inteligência artificial tem se tornado um diferencial competitivo para empresas de diversos portes e setores. Se você é um vendedor de artigos de vestuário, é possível recorrer a ferramentas do Google para descobrir uma média de preços dentro de um perfil do consumidor. A partir desses dados, pode-se formular uma estratégia para jogar na rede, fazer um site gratuito e comprar palavras-chave na big tech, a fim de atrair interessados em seu produto.

Crédito:oatawa

E se tratando de uma grande empresa? Consultorias podem dar uma mãozinha nas vendas

Se seu negócio atingiu um patamar alto e gera um faturamento, a hora é para pensar grande, principalmente se o caminho escolhido foi o comércio eletrônico. A premissa base do e-commerce é que o faturamento é baseado no tripé tráfego, taxa de conversão e ticket médio. O marketing – seja o investimento em mídias ou canais – não fará sozinho o milagre da multiplicação das vendas se todos os setores da empresa não estiverem conectados e olhando para os mesmos KPIs.

Assim, o Marketing Digital despontou não só como um diferencial, mas como uma necessidade deste mercado. Contudo, uma boa estratégia vai além de investir em anúncios patrocinados ou em parcerias com influenciadores.

Vai aí um conselho: uma boa empresa de marketing digital, com uma equipe capacitada e que possui as ferramentas certas para amplificar suas vendas pela internet. O que essa empresa pode fazer por você? A introdução de sua empresa no mundo virtual seguirá um caminho baseado em dados, IA e tantos outros recursos para que, durante as datas festivas que estão chegando, seu negócio prospere.

Existe toda uma jornada do cliente, o e-commerce depende de uma série de KPIs de como está a experiência de compra atrelada à análise de como o tráfego está vindo – sejam pessoas novas ou que já compraram a marca. No e-commerce, precisa ter segmentação e, principalmente, oferecer personalização. Por isso, compreender todo esse processo e aceitá-lo com as devidas estratégicas podem, sim, levar o sucesso em um ano ainda difícil para todo mundo.

Saiba mais:
https://resultadosdigitais.com.br/agencias/datas-comemorativas/
https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/datas-comemorativas-como-preparar-seu-e-commerce/ 

%d blogueiros gostam disto: