Live Commerce conquista cada vez mais o mundo do comércio eletrônico

Por Roberto Marcio

Entre as ações para atrair compradores no comércio eletrônico, eis que uma novidade tem trazido bons resultados promete não ser apenas uma tendência, mas algo para ser incrementado ainda mais. Com a pandemia, o comércio online surgiu no Brasil e o live-commerce é a peça publicitária da vez. Embora esse canal tenha surgido em 2016 na China e alcançado a expressiva quantia de US $60 bilhões transacionados em 2019, as primeiras movimentações das transmissões ao vivo em redes sociais para fins comerciais foram feitas somente na metade do ano passado, com o investimento das Lojas Americanas e a Renner. Com isso, surge uma dúvida: Qual o potencial do live-commerce no Brasil?

Entre as muitas possibilidades no chat do Live Commerce, o consumidor tem a chance de fazer perguntas ao vivo sobre os produtos e, com base nas respostas, tomar sua decisão de compra. A interação com o público garante uma jornada de compra ainda mais satisfatória, 

O Live Commerce, aliás, abre as portas para muitas possibilidades. Foi possível perceber uma alta no e-commerce e também maior quantidade de interações em Lives no Facebook, como revela estudo realizado pela Emplifi, plataforma de experiência do cliente (CX) apoiada pela Audax, que tem como objetivo amplificar a empatia.

O levantamento apontou que o engajamento nas Lives no Facebook foi três vezes maior do que as ocorridas em conteúdos postados em vídeo no primeiro trimestre deste ano. Ou seja, o uso do recurso do vídeo não é apenas mais uma opção em multicanalidade, mas uma forma de contribuir para uma jornada de compra no comércio eletrônico.

Crédito:bagira22

O marketing digital trata a novidade como excelente plataforma de divulgação para as empresas

Publicidade e marketing experimentaram um boom inédito na história. A busca pelo termo “marketing digital” no Google subiu 53% em maio se comparado com o mesmo mês, em 2019. A pandemia fez explodir um campo de inovações na área e o marketing digital não ficou de fora dessa.

Explorar esse novo recurso tem assegurado bons resultados. Uma startup, inclusive, E para atrair o consumidor, a Mimo trouxe uma novidade que será inaugurada na live da Zissou: o primeiro evento com a adoção da tecnologia de Realidade Aumentada (RA), graças a uma parceria com a startup R2U, que permitirá ao consumidor “transportar” o colchão para dentro da casa do consumidor.

Tamanha criatividade se faz necessária em tempos atuais. A combinação deste cenário de alta das vendas online com o marketing nas redes sociais, com aumento de 56% no investimento em anúncios , abriu grande oportunidade para as marcas fortalecerem o comércio realizado dentro das próprias redes sociais. 

No caso da Zissou, a empresa levará colchões, travesseiros, lençóis e duvets cheios de design e tecnologia para serem vendidos ao vivo através da tela de um computador, smartphone ou tablet. 

Durante uma live commerce, é possível demonstrar os produtos com uma profundidade que não existe no e-commerce. Há a possibilidade de exibi-los por ângulos diferentes, mostrar como eles funcionam ou como se encaixam no cotidiano das pessoas. Tudo isso com uma estratégia de marketing digital voltada para aumentar suas vendas e criar um cenário positivo para que, quando a pandemia diminuir muito ou até mesmo acabar, as pessoas mantenham suas compras pela internet.

Segundo uma pesquisa do ComScore, 91% dos internautas consomem vídeos online e a maior taxa de espectadores de vídeos da América Latina é no Brasil. Portanto, o Live Commerce é a ferramenta do momento. A transformação das empresas que estão cada vez mais online é a oportunidade de realizar peças publicitárias variadas e ao gosto do cliente. E você, vai perder essa? 

Saiba mais:
https://www.linkedin.com/pulse/live-commerce-e-revolu%C3%A7%C3%A3o-do-com%C3%A9rcio-eletr%C3%B4nico-crovella-leiva/?originalSubdomain=pt
https://mittechreview.com.br/a-batalha-pelo-e-commerce-conquistar-territorios-e-um-desafio-que-precisa-ser-superado/ 

%d blogueiros gostam disto: