O que muda com a nova atualização do Google Analytics, o GA4



O Google Analytics 4 (GA4) já vem funcionando desde 2020, quando a nova atualização do famoso software analítico do Google foi lançada. E, cada vez mais, as empresas têm se empenhado no aprofundamento e uso dessa recente geração do GA. Isso porque, além de trazer novas funcionalidades e novidades essenciais para os negócios, o GA4 vai aposentar a versão Universal do Google Analytics (UA), utilizada atualmente.

A empresa já anunciou que a partir de julho de 2023 o UA será descontinuado. Ou seja, não se trata apenas de uma atualização qualquer, mas sim uma revisão completa do sistema de dados, uma substituição.

Mas você pode estar se perguntando: “por que, então, as empresas estão correndo com essa migração agora, já que até o ano que vem o Analytics Universal ainda vai estar funcionando?”.

É porque o GA4 tem um sistema completamente diferente de sua versão antiga. Isso significa que muito provavelmente os dados existentes não serão exportados para ele (o Google ainda não se pronunciou sobre os históricos, se serão perdidos ou não, mas a partir de julho de 2023 não teremos nenhum dado novo no Universal). Por isso, quanto antes você começar algo do zero, melhor, assim terá mais tempo para adaptação. Além disso, a migração é obrigatória, todos terão que se adaptar ao novo formato da plataforma.

Uma de suas principais novidades, por exemplo, será a possibilidade de integração dos dados de comportamento dos usuários de aplicativos e web. O Google enxergou que o GA era praticamente desenvolvido para sites, mas o mercado mudou e, agora, os aplicativos têm ganhado muito espaço entre as empresas. Por isso, as novas frentes da ferramenta passam a ser: app, web e app + web. 

Além disso, a interface, a forma de medição e a apresentação de relatórios também mudaram.

Então, se você utiliza o Google Analytics em sua empresa, é preciso estar por dentro dessa atualização. Ela traz vantagens que possibilitam uma melhora na experiência do usuário e melhor integração entre empresas e clientes. Abaixo você vai encontrar mais detalhes sobre o funcionamento do GA, quais as principais mudanças com o Google Analytics 4, e como você pode unir dados do GA com outros dados da sua empresa para uma importante sinergia entre suas informações de valor.

O que é e como funciona o Google Analytics

O Google Analytics é um importante serviço do Google, que se tornou a ferramenta de monitoramento e análises de sites e aplicativos mais utilizada do mundo, principalmente por quem trabalha com marketing digital.

Os profissionais da área usam o GA, por exemplo, para melhorar o ranqueamento de SEO dos sites, garantir o sucesso de alguns projetos, ou entender melhor o comportamento de seus usuários.

Através da ferramenta é possível medir o engajamento dos consumidores, a qualidade do conteúdo que está sendo produzido, o perfil de quem acessa o site, páginas mais acessadas, dados geográficos, quais dispositivos estão sendo usados, além de conversões, acompanhamento de campanhas, entre diversos outros.

Na era dos dados, se você tem um site, é praticamente obrigatório ter o Google Analytics. A ferramenta é fácil de ser instalada, tem versão gratuita, traz os dados da sua empresa em tempo real e é fundamental para o crescimento dos negócios.

 O que é e como funciona o Google Analytics 4

O Google trabalhou durante mais de 10 anos com a versão Universal Analytics (ou Analytics 3, o GA3), mas, em 2020, a empresa lançou uma atualização da sua ferramenta, o Google Analytics 4, que vai se tornar a substituta do antigo sistema a partir de julho de 2023.

A mudança é necessária para alterar algumas funções que já estavam ultrapassadas e recebendo reparos.

Com o GA4, toda a interface da ferramenta foi transformada, assim como importantes funcionalidades, como a maneira de captura dos dados e os relatórios.

Quais as principais mudanças com o GA4

Mesmo quem já conhece bem o Google Analytics vai precisar se adaptar à nova versão, com o Google Analytics 4. Ele não só vai melhorar ferramentas que já existiam, como também oferecer novas funcionalidades para que seja explorado todo o potencial dos dados.

Uma das principais diferenças do GA4 para o GA3 é a forma de coleta desses dados, que não mais é baseada em pageviews e sim em eventos. Ou seja, no sistema antigo o dado coletado era a partir do carregamento da página do site (pageview), agora é baseado em todas as interações que o usuário realiza no site ou aplicativo (evento), como descer a barra de rolagem, clicar em algum menu, buscar por um produto dentro da plataforma, etc.

A nova atualização também traz métricas novas, todas relacionadas às taxas de rejeição, que atualmente é contabilizado de acordo com a ação de interação ou não do usuário do site, independente do tempo na página. Serão quatro métricas novas que surgem com o GA4: sessões engajadas, sessões engajadas por usuário, tempo médio de engajamento e taxa de engajamento. Com isso, será possível rastrear, por exemplo, visualizações de vídeos do Youtube inseridos no site, cliques em links, rolagem de tela, etc.

Listamos aqui mais algumas das principais novidades:

  • Parâmetros de tagueamento: o GA4 aumentou os parâmetros de tagueamento, incluindo: Source _Platform = Plataforma de origem da visita (para apps); Creative_Format = Formato do criativo que originou a visita; e Marketin_Tactic = Tática de marketing que originou a visita.
  • Interface: As informações estão melhor estruturadas em blocos.
  • Machine Learning e LGPD: o aprendizado de máquina está mais presente do que nunca no GA4, na captura de informações para trazer insights específicos para cada negócio. A atualização reduz a dependência de cookies para as análises. Isso também protege a privacidade dos usuários, adequado à LGPD já aplicada. O novo GA traz até alertas automáticos quando identificar alguma tendência no comportamento dos usuários. 

A importância da sinergia entre todos os dados da sua empresa

Os dados são o novo petróleo na era da tecnologia! Eles são fonte inesgotável e expansiva de possibilidades. Mas é preciso usá-los com inteligência. Criar uma sinergia entre todos os dados da sua empresa é fundamental para estabelecer uma cultura data-driven e tomar decisões mais assertivas nos negócios.

A Info4 conta com uma plataforma completa de inteligência de dados que une diversas fontes de informações para formar um conjunto de dados estruturados, que facilitem as análises, economizem tempo e potencializem os resultados dos clientes.

Te ajudamos a montar um pipeline de dados automatizado de ponta a ponta para que sua empresa consuma os dados via api do Google Analytics e cruze com os dados internos. Com os dados preparados, eles podem ser armazenados para que possam ser consultados e utilizados em dashboard analíticos. Os dados unidos e preparados também podem alimentar modelos de machine learning que podem trazer análises preditivas assertivas e sistêmicas para o negócio.

Entre em contato e descubra como alavancar seus resultados utilizando o melhor que os dados podem oferecer.

Fotos: Canva

%d blogueiros gostam disto: